Choya Loban

Choya Loban Attar

Choya Loban é uma destilação destrutiva tradicional da Boswellia serrata / incenso indiano. O óleo é marrom escuro ao preto na cor com um bouquet resinosa doce levemente fumado e uma balsâmico-lenhosa. Em perfumaria natural, ele é usado em perfumes de couro russo, bases florestais, fougere, colônias masculinas, acordos de couro, chipre, notas de incenso, […]

Continuar lendo


Araucária

folhas de araucaria_angustifolia

Pertence à ordem Coniferae, classe Coniferopsida, família Araucariaceae.  Popularmente é conhecida como pinheiro-do-paraná, pinheiro-brasileiro, araucária, paraná, pinheiro-branco, pinheiro-chorão, curiúva, pinheiro-elegante, pinheiro-de-ponta-branca, pinheiro-preto, pinheiro-rajado, pinheiro-são-josé, pinheiro-macaco, pinheiro-caiová, pinheiro-das-missões. Os índios a chamavam curi; no comércio internacional, chamam-na de Brazilian pine ou Paraná pine. Nome Botânico: Araucaria angustifolia Efeitos Terapêuticos: Cheiro de pinheiro e casa de madeira (passado). […]

Continuar lendo


Resinas, Oleoresinas, Bálsamos, Resinóides e outros termos usados na Farmacopéia

Closeup wounded Tree in forest

  A Farmacopéia define alguns conceitos para algumas substâncias ou produtos extraídos da natureza, e em especial das plantas aromáticas aqui tratadas nesta postagem, e que são largamente utilizadas na Aromaterapia, em defumações, como incensos aromáticos, flavorizantes na culinária, na indústria cosmética, na indústria química, nas atividades religiosas, entre outros tantos usos. Vamos então definir […]

Continuar lendo


A queima de ervas aromáticas, incensos, gomas e resinas balsâmicas

data

A tradição de queimar gomas, incensos, resinas e ervas aromaticas como oferenda aos deuses, para purificação e proteção é um costume antigo que encontramos em várias tradições espirituais do mundo – do cristianismo ao hinduismo, dos índios americanos aos monges budistas do Tibet, dos mulçumanos aos africanos. Algumas destas gomas e ervas são originais a uma cultura particular, nas tradições espirituais de muitos povos diferentes. Mais do que uma adorável fragrância, esses produtos continuam tendo um extraordinário valor simbólico pelo seu histórico uso filosófico-espiritual.

Continuar lendo